PCS | Plataforma para o Crescimento Sustentável

Think tank que visa contribuir para a afirmação de um modelo de desenvolvimento sustentável, num quadro de ampla participação nacional e internacional

in english
Projeto de Investigação

New skills for new jobs: How technology is shaping the future of education & development

O projeto ‘New skills for new jobs – how technology is shaping the needs of education & development’ surge na sequência de um estudo inédito que a Plataforma para o Crescimento Sustentável (PCS) publicou em março de 2016, sobre os desafios da disrupção tecnológica, em curso, designado como Game Changers: surfing the wave of technology disruption. Este estudo identifica os impactos e as oportunidades que esta nova vaga tecnológica pode representar para Portugal e formula um conjunto de recomendações de políticas públicas e de opções empresariais capazes de potenciar o desenvolvimento de novas competências e de novos clusters de conhecimento e de inovação.

 

O projeto de investigação ‘New skills for new jobs: How technology is shaping the future of education & development’ visa dar seguimento a esta investigação dando maior enfoque às consequências deste fenómeno de disrupção tecnológica para os sistemas de educação e desenvolvimento. Considerando as recomendações e orientações propostas no relatório ‘Game Changers: Surfing the wave of technology disruption’ pretendemos analisar se os sistemas de educação e desenvolvimento preparam o País para a nova revolução tecnológica e como estes sistemas terão de evoluir para o fazerem. 

 

Este estudo pretende assim propor recomendações ao nível da arquitectura dos sistemas educativo e de desenvolvimento, de modo a preparar Portugal para responder às necessidades do futuro, ditadas pela disrupção tecnológica em curso.

 

Coordenador Investigação: Rodrigo Queiroz de Melo

 

 

Rodrigo Queiroz de Melo é o Coordenador do Projeto de Investigação ‘New skills for new jobs – how technology is shaping the needs of education & development'. Este projeto surge na sequência do estudo inédito que a Plataforma para o Crescimento Sustentável publicou em março de 2016, sobre os desafios da disrupção tecnológica, em curso, designado como ‘Game Changers: Surfing the wave of technology disruption’ Considerando as recomendações e orientações propostas neste relatório pretendemos analisar se os sistemas de educação e desenvolvimento preparam Portugal para a nova revolução tecnológica e como colocar o País para responder às necessidades do futuro, ditadas pela disrupção tecnológica em curso.

 

Rodrigo é licenciado em Direito e Doutorado em Ciências da Educação. É professor auxiliar convidado da Faculdade de Ciências Humanas da UCP, onde coordena o Mestrado em Ciências da Educação. É também Diretor Executivo da Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) e Secretário-geral do European Council of National Associations of Independent Schools (ECNAIS). É presidente do Conselho Geral do Instituto de Avaliação Educativa, I.P. (IAVE), e conselheiro do Conselho Nacional de Educação (CNE). Foi Chefe de Gabinete da Ministra da Educação do XVI.º Governo.

 

Participa regularmente em grupos de trabalho para propostas legislativas na área da educação, coordenou projetos de investigação e publicou vários artigos e partes de livros sobre o sistema educativo português, avaliação e gestão de escolas e liberdade de educação.

 

 

Investigadora Convidada: Maria João Manatos

 

 

Maria João Manatos é a Investigadora Convidada da Plataforma para o Crescimento Sustentável (PCS) encarregue pelo projeto de investigação ‘New skills for new jobs – how technology is shaping the needs of education & development’, com a coordenação de Rodrigo Queiroz de Melo. Este projeto surge na sequência do estudo inédito que a Plataforma para o Crescimento Sustentável publicou em março de 2016, sobre os desafios da disrupção tecnológica, em curso, designado como ‘Game Changers: Surfing the wave of technology disruption’ Considerando as recomendações e orientações propostas neste relatório pretendemos analisar se os sistemas de educação e desenvolvimento preparam Portugal para a nova revolução tecnológica e como colocar o País para responder às necessidades do futuro, ditadas pela disrupção tecnológica em curso.

 

Maria João é doutorada em Gestão pela Lisboa School of Economics and Management, da Universidade de Lisboa (ISEG-UL). É licenciada e mestre em Sociologia, pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL). 

 

É, desde 2009, investigadora do Centro de Investigação de Políticas do Ensino Superior (CIPES).

 

Tem participado em projetos de investigação nacionais e europeus na área da educação: Sucesso Escolar nas Escolas Secundárias Portuguesas: A Importância da Gestão do Desempenho (projeto FSE/CED/83520/2008); IBAR - Identifying barriers in promoting the European standards and guidelines of quality assurance at institutional level and making recommendations as to how these might be addressed (CZ-KA1-2010-4663-511491_10.1.2011).

 

Nos últimos anos desenvolveu o seu projeto de doutoramento sobre a temática da integração da gestão da qualidade em instituições do ensino superior, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (SFRH/BD/69159/2010).

 

Tem participado em conferências internacionais e publicado em revistas internacionais, tais como: Tertiary Education and Management, Total Quality Management and Business Excellence, TQM Journal, International Journal of Quality and Reliability Management, Higher Education Policy, International Journal of Productivity and Performance Management