PCS | Plataforma para o Crescimento Sustentável

Think tank que visa contribuir para a afirmação de um modelo de desenvolvimento sustentável, num quadro de ampla participação nacional e internacional

in english

Benefícios e Barreiras à transição para uma Economia de Baixo Carbono

seminário

 

 Seminário IPPR / FCO /PCS 

(20 de Novembro de 2012, Lisboa)

 

Seminário e Mesa-Redonda, organizado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros Britânico (FCO), a Embaixada Britânica, o Institute for Public Policy Research (IPPR) e a PCS, na Residência da Embaixadora Britânica em Lisboa.

 

O Seminário teve como objectivo promover o debate do tema e a formulação de propostas para que os investimentos na transição para uma economia de baixo carbono proporcionem benefícios para a economia e para as empresas em Portugal, identificando, nomeadamente, as barreiras e princípios chave para esta transição seja “business friendly”.

 

Este Seminário foi organizado pelo FCO e o IPPR em oito países Europeus, sempre em parceria com think tanks locais. Em Portugal, a Embaixada Britânica e o FCO convidaram a PCS para ser o parceiro desta organização.

 

O Seminário em Lisboa contou com a participação de: Artur Trindade (Secretário de Estado da Energia), Jill Gallard (Embaixadora Britânica em Lisboa), David Matthews (Climate Change and Energy Department, FCO, UK), Nuno Lacasta (Presidente da Agência Portuguesa do Ambiente, APA), Filipe Diaz (Head of the Portuguese Office, European Investment Bank), Will Straw (Associate Director for Climate Change, Energy and Transport, IPPR, UK), Jorge Moreira da Silva (Presidente da PCS) e Carlos Pimenta (Coordenador do Grupo de Trabalho da Sustentabilidade, PCS). Contou ainda com a intervenção de representantes de Entidades, Associações e Empresas de vários setores, numa mesa redonda de debate “The business voice”: António Castro (EDP), António Sá da Costa (Associação de Energias Renováveis, APREN), Isabel Valente (Associação dos Industriais de Vidro de Embalagem, AIVE), Luís Silva (Agência para a Energia, ADENE), Miguel Matias (Self Energy), Sílvia Machado (Associação Portuguesa da Indústria de Cerâmica) e Ricardo Sá (Edifícios Sustentáveis).